Birras? Sim, obrigada!

Independentemente de se concordar com a sua vinda, as Birras vieram para ficar. Nada melhor que aprender a lidar com elas.

Já imaginou ter filhos e passar um sábado chuvoso em casa, envolto num silêncio absoluto?
Não será possível, nem desejável.

As birras são um mal necessário para o crescimento de todos. Para as crianças que lutam pelo que tanto querem e para os pais que, depois de muito suspirar, aprendem a inspirar fundo e a inventar uma distração.

O que é uma birra? Na perspectiva dos pais é um momento de loucura em que as crianças são possuídas por forças superiores, emitem decibéis imprevisíveis e segregam doses elevadas de muco (ou ranho). Poderão ser acompanhado por mãos ou pés a embater no chão de forma ritmada.

“Chego a esta fase e apercebo-me que nos tornámos melhores pessoas”, ouvimos de um pai que analisa a passagem de uma fase em que procurava incansavelmente a razão do caos e atualmente aponta para uma mosca morta (invisível) e suspende a avalanche no imediato. Utiliza múltiplas técnicas para mudar o foco da criança, como por exemplo: começar a cantar ópera, ladrar, uivar, cair, chorar, filmar a birra e mostrar à criança, etc.
Aumentando a idade da criança também terão que melhorar as distrações e o processo de negociação.

Depois de tanto choro e ranhoca, chegamos à conclusão que graças às birras e ao turbilhão de sentimentos que consequentemente é gerado nos cérebros já fustigados por noites mal dormidas, os pais ganham resistência para engolir sapos e ultrapassar rapidamente problemas que surgem no dia a dia.

Uma das palavras-chave é a paciência, que, afinal, não se perde, ganha-se!

Partilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Artigos

Birras, outra vez?

Já lemos inúmeros artigos sobre birras, alguns até nos fazem crer que as mesmas não existem. Enfim, serão garantidamente motivadas por algo, no entanto, permanece

Tipos de Tosse

Será raro o dia que não ouvimos uma criança tossir. Tosse, não porque está doente, mas porque o organismo está a responder a uma possível

Tosse = ida à urgência?

As urgências estão a ser utilizadas de forma abusiva e diariamente há crianças que ficam sujeitas a um maior tempo de espera do que o que seria ideal. Cabe a todos, informarmo-nos sobre quais os sintomas que nos farão optar por dirigir ao hospital ou não.

Birras? Sim, obrigada!

Independentemente de se concordar com a sua vinda, as Birras vieram para ficar. Nada melhor que aprender a lidar com elas.